Congregação Yaoshorulita oCaminho

Escrituras Sagradas segundo o NOME

Quem Somos

COMO FAZER PARTE DA CYC

CONTRIBUIÇÕES

SEMINÁRIO EM SUA CIDADE!

 

SHEMA YSRAEL, YAOHUSHUA ELOHENU UL, YAOHUH  ECHAD! Dt 6:4.

Escuta Yaoshor'u! Yaohushua é o nosso Criador; o Eterno é um Só!

Principal

Onde Estamos

Assim Cremos

ESN - Editora

Curso de Teologia

Tevilah, a imersão

(batismo bíblico)

 
Imprimir

Temos visto muitos argumentos sobre a tevilah (imersão) das águas. Pontos importantes sempre são abordados, todavia notamos que os dois detalhes que vamos aqui abordar, raramente ou nunca são comentados.

Antes de tocarmos no tema, vamos analisar alguns aspectos desta importante doutrina:

1. Para que serve a teviláh (imersão)? 

a) Lavagem dos pecados: “E, agora, por que te deténs? Levanta-te, e imerge-te, e lava os teus pecados, invocando o nome dEle.” (Atos 22:16).

b) Remissão ou perdão dos pecados: “Apareceu Yaohukhanan imergindo no deserto e pregando a imersão de arrependimento, para remissão de pecados.” (Mc. 1:4). “E disse-lhes Kafós: Arrependei-vos, e cada um de vós seja imerso em Nome de Yaohushua para perdão dos pecados, e recebereis o dom do Espírito, que é Santo.” (Atos 2:38, cf Yaohukhanan 4:24).

c) Simboliza morte, sepultamento e ressurreição: “Ou não sabeis que todos quantos fomos imersos em Yaohushua fomos imersos na sua morte? De sorte que fomos sepultados com ele pela imersão na morte; para que, como Yaohushua ressuscitou dos mortos pela glória do Pai, assim andemos nós também em novidade de vida. Porque, se fomos plantados juntamente com Ele na semelhança da sua morte, também o seremos na da sua ressurreição; sabendo isto: que o nosso velho homem foi com ele crucificado, para que o corpo do pecado seja desfeito, a fim de que não sirvamos mais ao pecado. Porque aquele que está morto está justificado do pecado. Ora, se já morremos com Yaohushua, cremos que também com ele viveremos.” (Rm 6:3-8) “Portanto, se já ressuscitastes com Yaohushua, buscai as coisas que são de cima, onde Yaohushua está assentado à destra de YAOHUH UL’HIM (o ETERNO). Pensai nas coisas que são de cima e não nas que são da terra; porque já estais mortos, e a vossa vida está escondida com Yaohushua em YAOHUH UL’HIM (o ETERNO).” (Cl 3:1-3).

d) Integração na Família de YAOHUH UL’HIM (o ETERNO) e no Corpo de Yaohushua, a Kehilah (igreja): “E todos os dias acrescentava o Criador à igreja aqueles que se haviam de salvar.”  (Atos 2:47)  “De sorte que foram imersos os que de bom grado receberam a sua palavra; e, naquele dia, agregaram-se quase três mil almas.” (Atos 2:39) “Porque todos quantos fostes imersos em Yaohushua já vos revestistes de Yaohushua. Nisto não há judeu nem grego; não há servo nem livre; não há macho nem fêmea; porque todos vós sois um em Yaohushua. E, se sois de Yaohushua, então, sois descendência de Abraão e herdeiros conforme a promessa.” (Gl 3:27-29)

2. Que passos devem anteceder à teviláh (imersão)? Arrependimento e conversão:

a) Reconhecer que é um pecador e que está perdido: “Porque o salário do pecado é a morte, mas o dom gratuito de YAOHUH UL’HIM (o ETERNO) é a vida eterna, por Yaohushua, nosso Messias.” (Rm 6:23) “Porque todos pecaram e destituídos estão da glória de YAOHUH UL’HIM (o ETERNO).” (Rm 3:23)  “Pelo que, como por um homem entrou o pecado no mundo, e pelo pecado, a morte, assim também a morte passou a todos os homens, por isso que todos pecaram.” (Rm 5:12)  “Deixe o ímpio o seu caminho, e o homem maligno, os seus pensamentos e se converta ao CRIADOR, que se compadecerá dele; torne para o nosso YAOHUH UL’HIM (o ETERNO), porque grandioso é em perdoar.” (Is 55:7).

Nota de o Caminho:  Somente fazendo-se um Curso de Doutrinas Básicas [Link no fim da página] a pessoa estará verdadeiramente preparada; ou seja, deve-se estar livre das falsas doutrinas e ciente da Verdade...

b) Reconhecer que só por meio do sacrifício de Yaohushua é possível o perdão: “Em quem temos a redenção pelo seu sangue, a saber, a remissão dos pecados.” (Cl 1:14) “Em quem temos a redenção pelo seu sangue, a remissão das ofensas, segundo as riquezas da sua graça.” (Ef 1:7)  “Quanto mais o sangue de Yaohushua, que, pelo Espírito eterno, se ofereceu a si mesmo imaculado a YAOHUH UL’HIM (o ETERNO), purificará a vossa consciência das obras mortas, para servirdes ao YAOHUH UL’HIM (o ETERNO) vivo?” (Hb 9:14)  “Logo, muito mais agora, sendo justificados pelo seu sangue, seremos por ele salvos da ira.” (Rm 5:9)

c) Arrepender-se e abandonar todos os pecados: “Arrependei-vos, pois, e convertei-vos, para que sejam apagados os vossos pecados, e venham, assim, os tempos do refrigério pela presença do Criador.” (Atos 3:19) “Mortificai, pois, os vossos membros que estão sobre a terra: a prostituição, a impureza, o apetite desordenado, a vil concupiscência e a avareza, que é idolatria; pelas quais coisas vem a ira de YAOHUH UL’HIM (o ETERNO) sobre os filhos da desobediência; nas quais também, em outro tempo, andastes, quando vivíeis nelas. Mas, agora, despojai-vos também de tudo: da ira, da cólera, da malícia, da maledicência, das palavras torpes da vossa boca. Não mintais uns aos outros, pois que já vos despistes do velho homem com os seus feitos.” (Cl. 3:5-9)

d) Sentir a necessidade urgente da teviláh (imersão): “E, agora, por que te deténs? Levanta-te, e imerge-te, e lava os teus pecados, invocando o nome dEle.” (Atos 22:16) “Ouvindo eles isto, compungiram-se em seu coração e perguntaram a Kafós e aos demais apóstolos: Que faremos, varões irmãos? E disse-lhes Kafós: Arrependei-vos, e cada um de vós seja batizado em nome de Yaohushua para perdão dos pecados, e recebereis o dom do Espírito Santo.” (Atos 2:37, 38)

3. Quem deve ser passar pela teviláh?

Dentre as pessoas, somente aquelas realmente convertidas ao verdadeiro YAOHUH UL’HIM (o ETERNO). Isto exclui obviamente as crianças recém-nascidas ou mesmo os juvenis que não estão maduros o suficiente para compreender o ato.  Temos sugerido uma idade mínima de doze/catorze anos, mas pode ser mais, se o juvenil ainda age muito como criança. Os israelitas naturais também precisam passar pela teviláh, pois é a única forma de alcançarem a remissão de seus pecados e prova de que aceitam a Aliança Renovada [NT] e a Yaohushua como seu Mehushkyah.

4. Onde deve ser feito a teviláh (imersão)?

Sempre que possível em águas correntes:  “Ora, Yaohukhanam batizava também em Enom, junto a Salim, porque havia ali muitas águas; e vinham ali e eram imersos.” (Jo 3:23) “Apareceu Yaohukhanam batizando no deserto e pregando o imersão de arrependimento, para remissão de pecados. E toda a província da Judéia e todos os habitantes de Yaohu'shua-oleym iam Ter com ele; e todos eram imersos por ele no rio Jordão, confessando os seus pecados.” (Mc 1:4, 5). “E mandou parar o carro, e desceram ambos à água, tanto Filipe como o alto oficial, e o batizou.” (Atos 8:38). Devemos evitar águas paradas, como tanques, piscinas ou lagos; no entanto, devido ao ato ser um testemunho público, quando feito em um tanque apropriado, dentro de uma oholyáo [congregação], também é válido!

Em Yaohushua, não entramos mais em juízo. Aquele que anda em espírito e está morto para o pecado, dele está justificado: “Sabendo isto: que o nosso velho homem foi com ele crucificado, para que o corpo do pecado seja desfeito, a fim de que não sirvamos mais ao pecado. Porque aquele que está morto está justificado do pecado.”(Rm 6:6, 7)

Conforme já vimos, as Escrituras dizem que a recompensa ou o salário do pecado é a morte; e, que todos pecaram e estão destituídos da glória de YAOHUH UL’HIM (o ETERNO).

Escriturísticamente existe duas mortes: A primeira, a física ou natural, como consequência física do pecado e a segunda, a espiritual e definitiva, pelos efeitos espirituais do pecado. “Bem-aventurado e santo aquele que tem parte na primeira ressurreição; sobre estes não tem poder a segunda morte, mas serão sacerdotes de YAOHUH UL’HIM (o ETERNO) e de Yaohushua e reinarão com ele mil anos.” (Ap 20:6). Todos, indistintamente, estão sujeitos às duas mortes. Isto quer dizer que nós também vamos enfrentar a segunda morte? Absolutamente, não! Os que receberam de boa vontade o sacrifício de Yaohushua como o pagamento do resgate do pecado e que passaram pela morte simbólica da teviláh (imersão), já morreram, portanto, a segunda morte. Ou seja, em Yaohushua já passaram pela morte espiritual. Já não andam mais na carne. E sim, no Espírito!

“Portanto, agora, nenhuma condenação há para os que estão em Yaohushua, que não andam segundo a carne, mas segundo o espírito.”(Rm 8:1) Não há porque entrarmos em juízo pelos nossos pecados, se Yaohushua (Jesus) já pagou o preço, se foi julgado e morto por nós e nos livrou da condenação. Aqueles que morrem sem aceitar a Yaohushua (Jesus) como seu substituto e salvador, estes sim, serão objeto do juízo, condenação e segunda morte, pois assumiram a responsabilidade pelos seus pecados. A morte espiritual via teviláh  (imersão) em Yaohushua, eles a rejeitaram!

Dois detalhes

Para muitos, basta ser imersos. Outros  há que minimizam o valor do ato ou nem o julgam necessário. Desde que se creia em Yaohushua (o Messias), a pessoa já está salva, dizem. A teviláh (imersão) é apenas um complemento religioso para um testemunho público de fé e nada mais. Seria isto mesmo?

De modo algum. Veja que tanto Yaohukhanan, o imersor, bem como Yaohushua e Seus apóstolos enfatizaram a necessidade da teviláh (imersão). E note também que este era feito de modo urgente, logo após a conversão ou assim que Yaohushua era reconhecido por nossos irmãos israelitas. É obvio que o converso deve ter um conhecimento mínimo da Palavra de YAOHUH UL’HIM (o ETERNO), que lhe permita discernir o que é pecado, sem o que não há como haver o arrependimento, mas não é por isto que ele deva entrar numa fila ou esperar uma data festiva, para se livrar de seus pecados (Atos 22:16)!

A fórmula batismal: Todos, seguramente, conhecem a ordem batismal dada por Yaohushua aos Seus doze apóstolos [registrada em Mt 28:19]...

Note que os triteístas, ou seja, os trinitarianos de hoje, adoram mencionar este versículo porque lhes parece um apoio importante ao dogma da trindade. Sabemos que esta doutrina teve sua origem no concílio de Nicéia, no ano 325 e que foi tomando forma em concílios posteriores.

A fórmula de Manyaohuh: “em nome do Pai, e do Filho, e do Espírito Santo” passou a ter relevante importância, em função do dogma que passou a ser defendido pela igreja romana [ICAR] e seguido pelos ditos “crentes”!.

Escritores ligados à história testificam que, no princípio, os apóstolos somente imergiam “em nome de Yaohushua” e que a “fórmula trinitária” só foi adotada mais tarde. A nota de rodapé da Bíblia de Jerusalém diz de Manyaohuh 28:19:

É possível que, em sua forma precisa, essa fórmula reflita influência do uso litúrgico posteriormente fixado na comunidade primitiva. Sabe-se que o livro dos Atos fala em  batizar em nome de Yaohushua cf. At 1,5 + 2,38. Mais tarde deve ter-se estabelecido a associação do batizado às três pessoas da trindade...”.

Willston Walker, ex-professor de História Eclesiástico na Universidade de Yale, E.U.A., escreveu: “Entre os primeiros discípulos a imersão  era, em geral, feito ‘em o nome de Yaohushua’. Não há menção à imersão  em o nome de uma trindade no Novo Testamento, exceto no mandato atribuído a Yaohushua em Manyaohuh 28.19. Esse texto é, no entanto, muito antigo. Nele fundamentam-se o Credo dos Apóstolos e o costume registrado no Didaquê e em Justino. Os líderes cristãos do século III continuaram a reconhecer a forma mais antiga e a imersão em nome de Yaohushua era considerado válida, embora irregular, ao menos em Roma, a partir da época do Bispo Estevão (254-257), com toda a certeza.”. 

Hoje, sabemos que foi Tertuliano que incluiu estes versos (“batizando-os em nome do Pai, e do Filho, e do Espírito Santo”) e isto somente no ano de 196 d.C... Isto explicaria o porquê de os discípulos somente batizarem em nome de Yaohushua, pois nos foi dito nos versos anteriores de Manyaohuh 28 que “toda a autoridade Lhe fora dado...” (vs 18).

História da Igreja Cristã, Vol. 1, pág. 129 – Editora  Aste.

Na verdade,  a Palavra de YAOHUH UL’HIM (o ETERNO) confirma isto. Notemos que as imersões em  águas, realizados na oholyáo (congregação) apostólica, foram feitas “em nome de Yaohushua”.

Teviláh (imersão) em nome de Yaohushua hol-Mehushkyah:

Judaicos que receberam a Yaohushua - Três mil, no dia de pentecostes: “E disse-lhes Kafós: Arrependei-vos, e cada um de vós seja batizado em nome de Yaohushua para perdão dos pecados, e recebereis o dom do santo Espírito ... De sorte que foram imersos os que de bom grado receberam a Sua palavra; e, naquele dia, agregaram-se quase três mil almas.” (Atos 2:38, 41).

Estrangeiros posteriormente convertidos -  Cornélio e seus amigos: “Porventura, pode alguém recusar a água, para que não sejam imersos estes que, assim como nós, receberam o Espírito Santo? E ordenou que fossem imersos em nome de Yaohushua. Então, lhe pediram que permanecesse com eles por alguns dias.” Versão R.A. (Atos 10:47, 48)

Os samaritanos [gentios]: “Porquanto não havia ainda descido sobre nenhum deles, mas somente haviam sido imersos em o nome de Yaohushua.” (Atos 8:16).

Sha’ul imerso por Ananias: “E agora, por que te demoras? Levanta-te, recebe a teviláh (imersão) e lava os teus pecados, invocando o nome dEle.” (Atos 22:16).

Os discípulos de Yaohukhanan, o imersor: “Disse-lhes Sha’ul: Yaohukhanan realizou imersão de arrependimento, dizendo ao povo que cresse naquele que vinha depois dele, a saber, em Yaohushua. Eles, tendo ouvido isto, foram imersos em o nome do Messias.” (Atos 19:4,5).

Os coríntios: “Acaso, Yaohushua está dividido? Foi Sha’ul crucificado em favor de vós ou fostes, porventura, imersos em nome de Sha’ul?” (I Co 1:13) “E é o que alguns têm sido, mas haveis sido lavados, mas haveis sido santificados, mas haveis sido justificados em nome do Messias e no Espírito do nosso YAOHUH UL’HIM (o ETERNO).” (I Co 6:11).

Os romanos: “Ou não sabeis que todos quantos fomos imersos em Yaohushua fomos imersos na sua morte?” (Rm. 6:3).

Os gálatas: “Porque todos quantos fostes imersos em Yaohushua já vos revestistes de Yaohushua.” (Gl. 3:27).

Os colossences: “Sepultados com Ele no teviláh (teviláh - imersão), nEle também ressuscitastes pela fé no poder de YAOHUH UL’HIM (o ETERNO), que o ressuscitou dos mortos.” (Cl. 2:12).

Por que os apóstolos invocaram o nome de Yaohushua na teviláh (imersão)?

Os apóstolos, levados ao Monte das Oliveiras após a ressurreição do Mestre, receberam instruções e entre estas a da teviláh (imersão). Poucos dias depois, receberam o revestimento de 'RÚKHA hol-KODSHUA'  (Yaohushua, em espírito, que é Santo – Ap 3:20). Cheios do poder do Mehushkyah (Messias), começaram a pregar e a imergir. E aí, fizeram a teviláh (imersão) em nome de Yaohushua. Erraram? De modo nenhum! Estavam sendo guiados por UL (o Criador). Alguém se atreveria em dizer que o Espírito os guiou no erro? Os que recusam a teviláh (imersão) em nome de Yaohushua, rejeitam o Espírito que operou neles.

Nota de o Caminho: Até mesmo uma imersão feita em nome de "jesus" [Ap 13:8] não é válida, uma vez que este nome é uma pretensa "tradução" do Verdadeiro Nome do Messias [nomes próprios não se traduzem, apenas se faz transliteração]...

Orações. Em nome de quem devem ser feitas? “E tudo quanto pedirdes em Meu nome, Eu o farei, para que o Pai seja glorificado no Filho.” (Jo 14:13).

“Se pedirdes alguma coisa em Meu nome, Eu o farei.” (Jo 14:14)

“Não Me escolhestes vós a Mim, mas Eu vos escolhi a vós, e vos nomeei, para que vades e deis fruto, e o vosso fruto permaneça, a fim de que tudo quanto em Meu nome pedirdes ao Pai Ele vos conceda.” (Jo 15:16).

Curas, exorcismo: “E estes sinais seguirão aos que crerem: em Meu nome, expulsarão demônios; falarão novas línguas.” (Mc 16:17).

“Esta, seguindo a Sha’ul e a nós, clamava, dizendo: Estes homens, que nos anunciam o Caminho da salvação, são servos do YAOHUH UL’HIM (o ETERNO) Altíssimo. E isto fez ela por muitos dias. Mas Sha’ul, perturbado, voltou-se e disse ao espírito: Em Nome de Yaohushua, te mando que saias dela. E, na mesma hora, saiu.” (Atos 16:17, 18)

Yaohushua é o único Nome para salvação, perdão: “E em nenhum outro há salvação, porque também debaixo do céu nenhum outro Nome há, dado entre os homens, pelo qual devamos ser salvos.” (Atos 4:12) “A este dão testemunho todos os profetas, de que todos os que nEle crêem receberão o perdão dos pecados pelo Seu nome.” (Atos 10:43) “Filhinhos, escrevo-vos porque, pelo Seu nome, vos são perdoados os pecados.” (1Jo 2:12)

Invocado sobre nós: “Porventura, não blasfemam eles o bom Nome que sobre vós foi invocado?” (Tg 2:7)

Você já viu alguém usar somente a palavra “Filho, ou em nome do Filho” para uma cura ou expelir um demônio? Por que enfatizam e com autoridade o nome “Yaohushua”? Ora, se para isto é importante invocar e pronunciar audivelmente o nome  “Yaohushua”, por que não, para cancelar os pecados? Convenha conosco que pronunciar as palavras “Pai, Filho e Espírito Santo” nenhum nome foi invocado ou pronunciado! E neste caso, para o fim a que se propõe, valeu esta teviláh (imersão)?

Contra o Santo Espírito. Alguns “bem-intencionados” dizem que não têm nada a ver com os apóstolos, que eles estão seguindo é Yaohushua e não aos apóstolos! Outros, mais ousados ainda, dizem que “os apóstolos erraram"

Na verdade, estas acusações são seriíssimas. Os apóstolos não fizeram nada de si mesmos! Eles estavam sendo dirigidos por Yaohushua, em espírito onipresente [desde o Pentecostes], e foram confirmadas por Ele. “Mas aquele Consolador, o Santo Espírito, que o Pai enviará em Meu nome, vos ensinará todas as coisas e vos fará lembrar de tudo quanto vos tenho dito (será que "esqueceram" do que Ele dissera no monte, antes da ascensão? Mc 16:15)”. (Jo 14:26) “Mas, quando vier aquele Espírito da Verdade, ele vos guiará em toda a verdade, porque não falará de si mesmo, mas dirá tudo o que tiver ouvido e vos anunciará o que há de vir”. (Jo 16:13). E mais: “Quem vos ouve a vós a Mim me ouve; e quem vos rejeita a vós a Mim Me rejeita; e quem a Mim Me rejeita, rejeita aquEle que Me enviou.” (Lc 10:16; Jo 14:6).

Note que Yaohushua enquanto na Terra, sempre se referiu a Si próprio, na terceira pessoa... Por exemplo: O Filho do Homem... Veja Lucas 18:31. Ele é o Consolador!

Portanto, quem faz tais afirmações (de que os apóstolos erraram), na verdade está se julgando mais espiritual que os santos apóstolos  e discordando do Espírito de YAOHUH UL’HIM (o ETERNO). Está acusando à Yaohushua  , pois neste caso Ele teria escolhido mal seus sucessores.

De Yaohushua   nós temos a ordem; dos apóstolos, temos o exemplo, a execução, o modelo!

Pense bem: Em havendo duas fileiras, uma dos apóstolos e dos que foram imersos em nome de Yaohushua   e outra, da igreja romana e de sua teviláh (imersão) trinitária, em qual das duas você quer estar?

Ordem é uma coisa e execução é outra! Por exemplo, Yaohushua   nos falou as seguintes palavras em referencia a orar ao Pai: “em Meu nome”:

Como você executa isto? Termina uma oração ao pai, dizendo: “tudo eu Te peço em meu nome”? Ou diz, em nome de Yaohushua? E como expulsa um demônio? Yaohushua   disse: “em Meu nome expulsarão demônios...” Você diz “em meu nome” ou em nome de Yaohushua?

Por que só na teviláh (imersão), você não quer buscar o nome ou julga não ser necessário pronunciá-lo?

Como imergimos? Explicamos ao convertido que a teviláh (imersão) é para o perdão dos pecados, que o livrará do juízo  e da segunda morte e que torna-lo-á membro da oholyáo (congregação) e herdeiro juntamente com a família de YAOHUH UL’HIM (o ETERNO) no reino vindouro.

Invocamos a autoridade e direção de YAOHUH UL’HIM (o ETERNO), o Pai em Espírito para o ato e imergimos o convertido totalmente nas águas e isto fazemos em Nome de Yaohushua hol-Mehushkyah, para remissão de seus pecados.

Em seguida, é realizada a imposição de mãos do ministério sobre os imersos para que estes recebam o dom espiritual de UL (o Criador).

Quem te imergiu ou vai te imergir?

Se a teviláh (imersão) nos une, nos liga à Kehilah (igreja), o Corpo de Yaohushua, é importante saber quem vai nos imergir. Sim, por que se esta pessoa foi imersa e ordenada numa determinada religião, é lá que nos seremos ligados. Mesmo que este oficiante não mais esteja lá, mas é lá que tem suas raízes.

Esta é uma das causas que a Kehiláh hol-Mehushkyah (Congregação de Yaohushua) não aceita teviláh  (imersão) procedente de outras organizações religiosas. Aceitar significa reconhecer tais organizações como legítimas, pois estamos aceitando seus ofícios como válidos diante de YAOHUH UL’HIM (o ETERNO)! Sinceramente, não somos assim por prepotência ou coisa parecida, mas por sermos sinceros diante de YAOHUH UL’HIM (o ETERNO) e coerentes com Sua Palavra. No entanto, as demais igrejas (denominações) concorrentes à igreja que Yaohushua fundou pessoalmente (Mt 16:18) aceitam os “batismos” das demais, devido a praticarem o ecumenismo. Porém Sha’ul nos disse: ...pois que sociedade tem a justiça com a injustiça? ou que comunhão tem a luz com as trevas? II Cor 6:14.

Porém, muitas vezes, alguém [geralmente casais] por motivos alheios à sua vontade e devidamente preparadas por nós [CYC - Congregação Yaoshorul’ita o Caminho] realizam suas próprias imersões [o esposo, como sacerdote do lar, imerge a esposa e depois, esta imerge o marido - segundo os votos de imersão que publicamos no fim deste estudo]. Talvez você que esta lendo este documento tenha ficado chocado; mas nos responda uma pergunta: Quem imergiu Yaohukhanan, o imersor?

As Escrituras ensina um só YAOHUH UL’HIM (o ETERNO) e um só povo Seu (Rm 11), a Kehilah hol-Mehushkyah. Também a Kehilah hol-Mehushkyah tem uma única cabeça, que é Yaohushua. Se aceito outras organizações religiosas ou reconheço seu trabalho como válido, entendo que deveria imediatamente me unir a elas. Além disto, estarei aprovando as inúmeras divisões religiosas existentes. Somos contra qualquer tipo de divisão religiosa! Isto é incoerência e é contra as Escrituras.

Ademais, a grande maioria destas religiões confessa abertamente que teve sua origem na religião papal. Não podemos admitir isto, uma vez que Yaohushua   foi claro que as portas do Hades não prevaleceriam contra Sua Congregação e que Ele mesmo estaria com ela e seus remanescentes todos os dias, até a consumação dos séculos. Não cremos que Yaohushua  esteve algum tempo com a religião papal [ou em qualquer outra onde o erro está presente]! Quando Yaohushua diz que tem ovelhas em outros apriscos, está falando de pessoas sinceras que ouvirão o Seu chamado para se unir à Ele (Jo 10:16).

Obviamente, se alguém discorda e quer correr o risco de permanecer numa religião vinculada ao papado ou com uma teviláh (imersão) feito por pessoas desta origem, isto é com ela; respeitamos sua liberdade de escolha...

Conhecemos casos de pessoas que receberam a teviláh (imersão) em nome de Yaohushua [YESHUA], mas por mãos de “pastores” dominguistas ou até mesmo de “pastores” que nunca foram imersos em nome de Yaohushua! Isto é muito perigoso, para quem não quer perder tudo.

Você já pensou se sua teviláh (imersão) valeu? Como vai ficar sua fé? E se você morrer com uma teviláh - imersão) inválida? Se o leitor se preocupa com sua salvação e se orienta pelas Escrituras, o momento é de reavaliar a situação.

São apenas dois pequenos detalhes:

1. Foi invocado o nome de Yaohushua em minha teviláh (imersão)? Estou mesmo remido, como os três mil do dia de Pentecostes?

2. Se fui imerso fora da verdadeira Kehiláh hol-Mehushkyah, valeu minha teviláh (imersão)? Não estarei eu ligado em alguma seita ou na religião papal, por ser imerso por pessoas não ligadas verdadeiramente ao Corpo do Mehushkyah? Quem me imergiu, tinha autoridade para me ligar no Corpo do Mehushkyah? Ou ele estava ligado em alguma outra coisa? São só dois detalhes, mas são vitais, pode crer!

Dúvidas: falecom@cyocaminho.com.br

 

Teviláh: Por que não aceitamos “batismos” de outras instituições?

 

Verso Temático: “De sorte que foram imersos os que de bom grado receberam a sua palavra; e, naquele dia, agregaram-se quase três mil vidas. (At 2:41).

Introdução

Toda a cerimônia de imersão acaba por vincular o imerso ao oficiante do ato ou ao movimento religioso a que este faz parte (Kafós pertencia  a que igreja? – Mt 16:18). Se foi batizado por um católico ou sacerdote, você será um outro católico e estará ligado à igreja romana. Não há como receber uma imersão católica ou protestante e com isso se ligar ao povo do ETERNO (YAOHUH UL’HIM) de Yaoshor’ul. Da mesma forma, quem foi imerso por meio de um movimento protestante, a este se ligou. O mais grave disso tudo é que os movimentos protestantes, infelizmente, são ramos da religião romana e seus ferrenhos defensores [renegam a Lei, guardando o domingo e idolatram um deus trino]; o que significa que você acaba por se ligar a Roma, ou, a confirmar a ligação anteriormente feita com ela por meio de sua imersão infantil e ou trinitariana. Não importa se a instituição é séria, (mesmo que o oficiante usou a fórmula batismal correta), se o oficiante era sincero e um bom homem ou se você o fez com fé. Isto não altera ou muda o rumo do elo estabelecido [você está sinceramente enganado].

 

Questionário

      1. Por que  a teviláh (imersão) é tão importante dentro da Aliança Renovada e estabelecida em Sua Congregação?

A teviláh está dentro deste pacto confirmado por Yaohushua e nos assegura o perdão duradouro dos pecados:

“Eis aí vêm dias, diz o Criador, em que renovarei a aliança com a casa de Yaoshor’ul e com a casa de Yaohu’dah. Não conforme aquela aliança que fiz com seus pais, no dia em que os tomei pela mão, para os tirar da terra do Egito; porquanto eles rejeitaram a minha aliança, não obstante eu os haver desposado, diz o Criador. Porque esta é a aliança que firmarei com a casa de Yaoshor’ul, depois daqueles dias, diz o Criador: Na mente, lhes imprimirei as minhas leis, também no coração lhas inscreverei; eu serei o seu UL'HIM (YAOHUH UL’HIM – o Criador Eterno), e eles serão o meu povo. Não ensinará jamais cada um ao seu próximo, nem cada um ao seu irmão, dizendo: Conhece ao ETERNO, porque todos me conhecerão, desde o menor até ao maior deles, diz o Criador. Pois perdoarei as suas iniqüidades e dos seus pecados jamais me lembrarei.” (Jr 31:31-34)

 

     2. Por que não posso permanecer com a imersão recebida noutras instituições? A imersão não é uma só?

A imersão é uma só e por isso, tem que ser a verdadeira. Além do papel de nos inserir no Povo de YAOHUH UL’HIM, no caso, por meio da CYC [aqui seguimos as Suas orientações e Mandamentos], ele nos torna herdeiros das promessas feita ao povo santo e nos assegura o perdão definitivo de nossos pecados (Rm 11). Se a imersão foi feita noutra instituição, este não te ligou, nem ao Messias e nem ao povo de Yaoshor’ul. UL'HIM (YAOHUH UL’HIM) sempre teve um único povo: Yaoshor’ul. Todos os que queriam servi-Lo, tinham que se unir a este povo o que inclui os estrangeiros. Só assim, teriam direitos às mesmas promessas. E todos estariam sujeitos à mesma lei. “A mesma lei e o mesmo rito haverá para vós outros e para o estrangeiro que mora convosco.” (Nm 15:16). “E, quando um estrangeiro peregrinar entre vós e também celebrar a Páscoa ao ETERNO, segundo o estatuto da Páscoa e segundo o seu rito, assim a celebrará; um mesmo estatuto haverá para vós, assim para o estrangeiro como para o natural da terra.” (Nm 9:14)

Na Renovada Aliança isto não mudou. Os "estrangeiros" convertidos e imersos legitimamente, tornam-se membros e participantes da Comunidade do Povo de UL'HIM (YAOHUH UL’HIM), mediante o enxerto na Oliveira (Yaoshor’ul) estabelecido por Yaohushua. Aí deixam de ser estrangeiros! E passam a ser o mesmo e único povo. E seguem sendo observadores da Toráh.

 

      3. Qual seria o problema em reconhecermos imersões e ordenações feitas fora da Kehiláh que o próprio Yaohushua fundou (Mt 16:18)?

Para nossa instituição significaria:

a) Crer que YAOHUH UL’HIM tem mais que um povo na Terra, talvez centenas deles;

b) Que Sua promessa de abençoar as nações por meio de Abrul'han, não é verdadeira;

c) Aceitar a existência de outros deuses, já que cada religião tem sua concepção diferente de YAOHUH UL’HIM, portanto, têm outros deuses [até 3 deles];

d) Legitimar toda esta divisão religiosa que está aí, o que é contra os planos divinos;

e) Estaríamos enganando a pessoa, deixando-a pensar que está ligado à verdadeira Congregação, quando na verdade ela permanece compactuada com Roma pagã.

f) Renunciar nossa fé.

OBS: Sabemos que Yaohushua tem pessoas em diversos apriscos, mas também sabemos que o Seu desejo é reuni-las em um só rebanho, perante a Renovada Aliança!

 

Vemos, portanto, que não existe “rebatismo” (toda imersão é um novo "batismo") e que a imersão entre nós:

a) É prova de que aceitamos a Renovada Aliança;

b) É prova de que aceitamos a Yaohushua como nosso Messias;

c) Nos identifica como povo do Eterno e Ele como nosso UL (Criador);

d) Nos comprova como observadores da Toráh; e que temos do Seu Espírito...

e) Nos liga ao Seu Povo, Yaoshor’ul (membros da Kehilah, que Ele fundou)

f) Nos assegura, verdadeiramente, o perdão dos pecados.

Nota de o Caminho: Observe que "uma vez Salvo, não é salvo para sempre", ou seja, este conceito não tem base escriturística; Leia I Co 10:12 (I Tm 3:7). Portanto se você foi uma vez imerso, segundo o Nome [Yaohushua hol'Mehushkyah] e venha a apostatar da sua fé e, posteriormente reconhecer o seu erro, uma NOVA IMERSÃO não será necessária; porém deverá fazer uma reciclagem doutrinal, orar e demonstrar - no dia a dia - que realmente arrependeu-se em seu mal procedimento... Mas, se você provém de outra denominação que não praticou a Verdadeira imersão, saiba, não estará passando por uma NOVA IMERSÃO (REBATISMO) uma vez que aquela não era a Verdadeira; não valeu!!! Agora sim, será BATIZADO!!!

 

VOTOS PARA A IMERSÃO (TEVILAH)!

1 – Crê em YAOHUH UL’HIM (ia-o-rru ul-rrim), O Ser Criador Todo-Poderoso e Eterno e em Yaohu’shua (iau-rrú-shua), o Filho unigênito, gerado do ABI-UL antes da eternidade?

2 – Crê que a Divindade Eterna, hoje se faz presente em Espírito, que é Santo e através da Sua Palavra escrita, as Escrituras Sagradas?

3 - E, como o nosso corpo é o santuário deste RÚKHA hol-kod’shua (ru-rra rol kod-shu-a), Crê que devemos apresentar-nos puros, sem as contaminações dos alimentos considerados por YAOHUH UL’HIM como imundos e sem os vícios deste mundo tais como bebidas fortes e tabaco?

4 – Crê que, o Sacrifício da cruz foi único e suficiente para remir os nossos pecados e que a única parte que nos cabe é renunciar ao mundo de pecados e aceitar Yaohu’shua, como o Seu Salvador?

5 – Crê que, após a morte física e espiritual de Yaohu’shua que se deu em uma quarta-feira, Seu YAOHUH-Abi O ressuscitou nas horas finais do Shabat ha’kod’shua, o santo sábado e desde então sentou-se ao lado do ABI e vive para interceder por nós, pecadores?

6 – Crê que, segundo as palavras de Yaohu’shua durante o Seu ministério terrestre, a Lei, os Escritos e os Profetas, continuam mais válidos do que nunca pois a Terra ainda não passou e que isto ocorrerá somente após o Seu governo milenar e terreal?

7 – Crê que, em Seu breve retorno, Yaohu’shua virá ao soar do último shofar, juntamente com TODOS os remidos de todas as épocas que ressuscitam neste momento, para dar fim ao Armagedom, uma guerra literal que se dará na planície do Har’megido, em Israel, contra o povo de YAOHUH UL’HIM e a partir deste momento, os Seus anjos nos reunirá pelas nuvens do céu, levando-nos para a posse do Molkh’ul (Rei) Yaohu’shua hol-Mehushkyah (o Messias) (mol-qui-ul iau-rru-shua hol-merrush-kia) de Seu trono sobre a Terra, em Yaohu’shua-oleym?

8 – Crê na organização do Corpo de Yaohu’shua, a Kehiláh de Yaohushua e que segundo Suas próprias palavras em Manyaohu 16:18 este mesmo Corpo continua ativo até o fim dos séculos na forma congregacional com administração local onde um líder – o rosh - ou à vontade dos membros, exerce o papel de instrutor, apascentador e conselheiro e que com as suas contribuições na forma de ofertas ou dizima pactuada, ajudará no crescimento da nossa oholyáo/congregação?

9 – Crê que, a única forma de participar de Sua igreja, a Kehilah, é através da imersão total em águas, caracterizando assim, um novo nascimento físico e espiritual e que segundo lemos nas Escrituras, este ato público deve ser realizado em NOME de Yaohu’shua, pois é a Ele que foi dada toda a autoridade por YAOHUH UL’HIM?

10 – Crê que somos um grupo de remanescentes desta Kehilah e é o seu desejo fazer parte desta oholyáo/congregação e tem planos de nos ajudar a crescermos, levando para outras pessoas o Yaohu’shua que nos salvou?

Sendo assim, passaremos agora à sua imersão onde o próprio Yaohu’shua estará presente, em espírito para, a partir de agora, habitar em seu coração. Amnao!

...e, eu (seu nome) na qualidade de sacerdote da Ordem de Melquisedeque,  realizo a imersão da(o) nossa(o) irmã(o) (....) em NOME de Yaohu’shua hol-Mehushkyah (iau-rru-shua rol-merrush-kia).

PREPARE-SE PARA SER IMERSO: CURSO DE DOUTRINAS BÁSICAS

VOLTAR

FINALMENTE!

CTA: Curso de Teologia Aplicada

   SAIBA MAIS...

Agora com Novos Cursos

Preencha o Formulário abaixo para solicitar um estudo sobre um tema específico ou dar a sua opinião sobre este estudo... Não fique com dúvidas!!!

CONTATOS

[15] 9 9191-8612 (CLARO)

         9 9781-0294 (VIVO)

         9 8121-3482 (TIM)

         9 8800-1763 (OI)

falecom@cyocaminho.com.br

 

 

DÚVIDAS

 
 

  foxyform

 

 

 

A Bíblia de Yaohushua!!!

 A única edição [VERDADEIRA] das Escrituras Sagradas segundo o Nome [ESN - EUC by CYC; Edição Unitariana Corrigida], totalmente sob a ótica de Jo 1:3 onde TUDO foi criado por Yaohushua, está à sua disposição! Nesta edição, muitas passagens onde os judaicos [e trinitarianos] não identificam Yaohushua, Ele está claramente identificado... Além disto, TODOS os nomes de profetas, personagens e locais geográficos estão no Hebraico Arcaico, a língua original das Escrituras. Solicite o seu exemplar e ou ADOTE estas Escrituras em sua oholyáo!!!

Veja mais informações e solicite a sua!

CONHEÇA: Lição Trimestral Unitariana Jovens/Adultos e Infanto-juvenil.

Lições especialmente preparadas para a Escola Sabática em sua Congregação...

CLIC AQUI  para fazer o seu pedido!

AGORA TAMBÉM COM A FUNÇÃO CARTÃO DE CRÉDITO!

 

Temas DVs

HOME

CYC

CONGREGAÇÃO

YAOSHORUL'ITA

O CAMINHO

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

.